sábado, 19 de abril de 2008

Incertezas

A cidade de Campos dos Goytacazes, hoje acorda estarrecida. Quem é o seu Prefeito. Mocaiber ou Roberto Henriques? Será que teríamos que seguir a idéia daquele ex-deputado e emancipar Guarus para acomodar os dois? Tudo isso porque os Vereadores, quase todos, não fizeram o seu dever de casa - fiscalizar os procedimentos do Executivo que foi afastado pela Operação Telhado de Vidro. Excelente a ocasião para o cidadão de bem - e são muitos - aqueles que não vivem conectados nas tetas gordurosas dos cofres do Município, aqueles que levam para casa o seu sustento exalando o seu próprio suor - se mobilizarem e, nas próximas eleições eliminarem esses maus políticos que enxergaram na política um grande negócio e, em nome dele, perderam a sensibilidade, o respeito às leis e a consideração com a população.

Já que eles não vão fiscalizar nada mesmo, uma vez que seria uma autofagia, e se econtrariam também envolvidos, vamos incentivar o MPF, a PF e, quem sabe o próprio MPE para continuarem as suas ações cidadãs.

Nas próximas eleições a expectativa é de que o voto seja bastante valorizado no seu convencimento e o eleitor já começou a entender que o valor que lhe é oferecido em troca do seu voto não resolve sequer os problemas daquele dia, enquanto que nos outros quatro anos, vai ficar de fora, assistindo a toda essa desavergonhada atuação daqueles em quem ele votou, por isso ele cobrar mais caro, ciente que para isso os recursos já devem ter sido estocados .

Eleitores, neste outubro de 2008, se alguém lhe oferecer alguma coisa, saiba que esse não é o seu melhor candidato. Pesquise, pergunte. Vamos varrer esses maus políticos da nossa cidade que tem tudo para ser um modelo diferente para o resto do País e melhor para todos nós.

3 comentários:

Renato disse...

Fala companheiro!!!É com prazer que participo pela primeira vez do seu blog pra dizer que a proposta de chamar o voto consciênte é importante mas só vale se vier acompanhada de uma alternativa de poder,ou seja de um grupo que construa uma candidatura popular,com apoios e organização capazes de furar o bloqueio econômico das candidaturas tradicionais.Pena que o nosso PT perca constantemente a chance de construir tal movimento.Um abraço,Renato.

felixmanhaes disse...

A oportunidade é impar, meu companheiro Renato. Os cofres da Prefeitura não estarão tão à vontade para contribuir no convencimento do voto. A sangria aconteceria até as eleições. No entanto o MPF e a PF se anteciparam e deram uma grande atrapalhada, e vão estar atentos, permitindo uma legítima e natural possibilidade de alternância do poder. Penso que grande parte da população, aquela que não vive embocada nas tetas gordurosas da Prefeitura, já se cansou e vai reagir. Esse movimento para o dia 26, as 10 horas no Largo da Imprensa, no centro da cidade(vide www.robertomoraes.blogspot.com) , pode ser um começo. Quanto ao PT, penso que a sigla sempre vai estar acima dos equívocos de alguns companheiros. Temos vários nomes que podem contribuir para essa nova construção. É só pensar no coletivo, no bem da população e no crescimento do Partido.

Anônimo disse...

Renato e Félix, já pensaram o dia em que vários de nós estivermos juntos, olhando e pensando na mesma direção. Aí, meus caros, vai ser a grande chance de elimarmos essa canalhada que quer nos fazer de bobos. Direto da Barra do Furado, seu correspondente Djahojinho.

Seguidores

Loading...