quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

O PODER EM NOSSAS MÃOS

O índice aplicado às aposentadorias e pensões dos segurados que recebem mais que o salário mínimo foi praticamente a metade do que foi oferecido para aqueles que recebem o minímo. Isto está ocorrendo, não é de hoje. Quem já se aposentou há mais ou menos 10 anos, o valor do seu benefício está extremamente reduzido, quando se leva em consideração quantidade de mínimos que recebiam à ocasião da concessão do benefício.
Muitos de nós, líderes sindicais, representantes de partidos políticos muitas vezes subimos aos palanques esticando as veias do pescoço para criticar a política nefasta de achatamento do salário daqueles que muito contribuiram, não só para os cofres da Previdência oficial, como para o desenvolvimento do País. E esses mesmos, hoje aposentados, amargam calados essa perda, acentuada principalmente por estarem em uma fase da vida, quando a doença é a sua maior companheira, que traz consigo a pesada receita do remédio caro.
Vi muitos de nós, financiados pelas Centrais Sindicais ou pelos movimento sindical espalhar out-doors pela cidade, criticando fatos semelhantes. Hoje a justificativa que se dá é que se está recuperando o valor do salário mínimo. Mas qualquer ser com capacidade razoável no pensar vai concluir, que matematicamente ao longo de algum período, todos nós aposentados estaremos ganhando o mínimo. Não temos nada contra quem ganha o mínimo, a nossa grita e a nossa reclamação é que o mínimo é muito pouco e o nivelamento está sendo feito por baixo.
Outra reclamação é que nós estamos calados, até aqueles que pertencem aos partidos do governo ou de apoio a esse governo. Na nossa avaliação, também os valores dos salários daqueles que recebem mais que o mínimo também devem ser corrigidos e recuperados. Temos que reclamar porque está doendo em nós e em milhares de companheiros e companheiras e a dor aumenta, quando vemos os grandes devedores da Previdência sendo tratados com todo o carinho seja pela renegociação benevolente da dívida ou pelo desinteresse em fazer com que esses recursos, muitos deles descontados dos trabalhadores e não repassados para o caixa da Previdência, esteja à disposição para operar tal recuperação.
Não é porque somos do Partido de sustentação ao governo federal que temos a obrigaçõ de nos calar. Uma coisa é o partido e outra é o governo. A nossa responsabilidade com a sociedade, não só os trabalhadores que já aposentaram, como aqueles que estão próximos a dar entrada no seu pedido de benefício, não acabou quando chegamos ao Governo. O que está dando certo, é claro, temos que ressaltar. E aí podemos citar a Economia que, apesar das dúvidas e da torcida contra, recuperamos ela está bem melhor do que quando assumimos, nos transformando hoje em referência nesse mundo em crise. Nunca a renda esteve tão partilhada com aqueles que os planos excluiram. O cinturão de proteção social reduziram em muito a míséria e a fome. No entanto não podemos nos calar diante dessa política que achata o salário dos aposentados e pensionistas, enquanto aqueles que sonegam a Previdência, são tratados com toda a consideração.
É necessário que as lideranças, muitas delas hoje aposentadas, retornem à luta, às ruas, para cobrar essas distorções. Podem contar comigo, posso não ser grande coisa, mais sou mais um .

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Reunião do Sexta Feira 13

Aos leitores desse espaço estamos informando que a Reunião da Terça Feira 13 no Partido dos Trabalhadores não teve quorum para sua realização. Mas, mesmo assim sem carater deliberativo os debates aconteceram. Vários companheiros que estavam afastados compareceram , entre eles os Cientistas Políticos Renato, Rodrigo e Douglas, fizeram a análise correta da atual conjuntura, sinalizando para que seja criada dentro do Partido, um ambiente onde o diálogo entre as correntes possa acontecer e os equívocos cometidos pela atual situação possam ser corrigidos e a sigla consiga retomar o seu papel que sempre teve na construção de boas políticas e bons políticos. A boa notícia foi a presença do Vereador eleito Renato Barbosa, que ocupa na Câmara a Presidência da Comissão de Petróleo e Energia. Ele está tentando junto ao Executivo a criação de um Conselho Popular, com a finalidade de fiscalizar a utilização dos Royalties do Petróleo. Os seus quase trinta anos de Petrobras, além da sua excelente atuação em outros mandatos como vereador, o credenciam enormemente para estar à frente da Comissão e puxando essa luta. Lamenta-se que o comparecimento não tenha sido tão concorrido quanto as outras ocasiões como, por exemplo, para participar ou não do Governo Municipal. Na próxima reunião da Executiva, o tema Zumbi dos Palmares vão ser um dos pontos de pauta. Outro tema que já começa tomar corpo dentro da Sigla e o PED - eleições para o comando da sigla, que vão acontecer esse ano. Fica aqui o convite à militância e os filiados. Vamos chegar para perto e ajudar retornar as velhas lutas que levaram o Partido a fazer o seu Presidente da República. De longe nada se pode fazer. Para mudar as coisas, temos que estar dentro.

ROYATIES E A SUA APLICAÇÃO

A distribuição dos recursos dos royaties sob o aspecto legal está mínimamente bem configurada. No entanto, o Senador Mercadante já está tentando há algum tempo fazer algumas alterações, principalmente na questão da sua abrangência. Na sua criação, a lei dos royalties teve o nobre motivo de indenizar as Prefeituras, onde é extraído o petróleo, em função dos danos e impactos causados, principalmente ao meio ambiente. Tudo muito bem, tudo muito bom. No entanto, como diz o venerável Xacal, o diabo mora nos detalhes. A fiscalização da utilização desses recursos ficou a cargo dos TCE's e das Câmaras Municipais. Com alguma exceção, é claro, os membros dessas casas de ordenação e fiscalização não tem cumprido a contento o seu papel. Em uma a miopia das indicações desfigura o foco das suas atribuições, na outra, vesguice não os faz enxergar o seu papel de fiscal da população. Quem está dizendo não é este blogueiro, mas a Polícia Federal e o Ministério Público. A maioria dos recursos ao invés de sanear a agredida natureza, foi parar nos bolsos profundos dos punguistas dos recursos públicos. Alguém indagaria, se somos contrários ou a favor a estas alterações propostas pelo Senador. Na nossa visão, enquanto não forem criados Conselhos Municipais e outros mecanismos sérios de controle e fiscalização, até que a idéia não é de todo tão ruim, não. Quem sabe, la no interior desse Brasil desigual algum Prefeito sério possa dar a destinação moral dos recursos e matar, quem sabe a fome de algum munícipe. Um Portal da Transparência mostrando a entrada e saída desses recursos é uma idéia excelente para transferir para população essa tarefa de também fiscalizar.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

CONVOCAÇÃO

No próximo dia 13 de fevereiro, às 19 horas, na sede do Partido dos Trabalhadores, será realizada a reunião do Diretório do Partido dos Trabalhadores, quando serão tratados assuntos importantes, principalmente os que estão sendo veiculados na mídia convencional e que envolvem a participação de alguns membros do Partido no Governo Municipal, nas pastas da EMHAB e FUNDAÇÃO ZUMBI DOS PALMARES.
Embora aqueles companheiros que participaram do Governo Mocaiber não gostem muito dessa mídia alternativa, na condição de Secretário do Partido, estamos utilizado este espaço, que é democrático, de baixo custo e hoje com uma abrangência invejável (eles não perdem uma postagem), para fazer a convocação de todos os membros titulares e suplentes do Diretório, bem como os filiados em geral.
Não é justo que apesar dos equívocos cometidos por alguns membros do Partido, a sigla seja esculhambada, quase todos os dias nas ondas do rádio e nas páginas dos jornais. A população e a militância espera de nós membros da Executiva e do Diretório uma resposta urgente.
Para quem não sabe, a sede do Partido dos Trabalhadores fica localizada à Av. Alberto Torres, n. 68, quase ao lado da Receita Estadual. Atualmente ela fica fechada. Mas quem sabe se aquela boa
militância que anda meio sumida retorne e contribua para que o Partido tome rumos melhores.
Estaremos aguardando vocês lá. Que tal os filiados do PT e membros da rede blog possam prestigiar esse evento.

Seguidores

Loading...