quarta-feira, 23 de setembro de 2009

ACIDENTE MATA RENATO BARBOSA

Vítima de acidente automobilístico, ocorrido no início da manhã de hoje, no Trevo de Macaé, faleceu o companheiro e vereador do Partido dos Trabalhadores. Um parlamentar que sempre norteou suas ações na Câmara nos seus dois mandatos, de forma correta e em respeito aos interesses da população, marcou essa atuação com projetos de leis, dentre os quais podemos destacar o que reduz de 65 para 60 anos a gratuidade das passagens urbanas. A Câmara Municipal já decretou luto oficial no município e colocou o espaço para o velório. No entanto, falta a confirmação da família sobre o local onde vai ser velado. Ontem à noite, estivemos reunidos com ele na saída dos trabalhos na Câmara e dentre muitos assuntos produzidos, na tentativa de unir o Partido, ele confessava para nós o seu desânimo com a política e com a atual representação do legislativo. Com a saída do médico Mackoul do Partido dos Trabalhadores, incluive quem o levou para o partido, Renato representava o grande projeto do PT para 2010. Além disso, a sua atuação como oposição na Câmara era o grande carro chefe para cacifá-lo como alternativa para o Executivo em 2012. Ao amigo e companheiro, que Deus o acolha com misericórdia e à sua família as nossas condolências e a solidariedade.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

MENSAGEM AO PT


Para acalmar o animus observandis dos leitores que por ventura ponham os olhos nessa mensagem, vou logo esclarecendo que ela não sai da cabeça de um catedrático, forjado nos bancos acadêmicos das sociologias de pos graduações ou das das cabeças iluminadas dos doutorandos produzidos através das teses magníficas que o conhecer científico universitário oferece. Não, este escriba apenas cursou o segundo grau noturno, enquanto trabalhava de dia, em contabilidade da antiga e hoje destruida Escola Técnica Federal de Campos, nas confluências da avenida Alberto Torres com a Barão de Miracema. No entanto, muitos de nós temos essa relativa capacidade da observação dos fatos que acontecem à nossa volta, e tirar as nossas conclusões.
O Partido dos Trabalhadores caminha com relativa segurança em direção ao terceiro mandato, através da Ministra Dilma. Essa boa expectativa o PT não conseguiu sozinho, há a clareza de que os partidos aliados contribuiram enormemente para isso. Esta situação não é por acaso, ela tem uma justificativa. O Presidente Lula conseguiu, apesar das expectativas e apostas negativas, conduzir este dois mandatos com a visão do enxergar no país um grande potencial de auto afirmação no cenário mundial e isso ele fez nas muitas viagens em direção a inúmeros países, vendendo um projeto de um país novo que prestigiava o mundo dos negócios e os interesses de seu povo. Daí a sua inegável subida nas pesquisas internas e internacionais. Muita coisa ainda tem por fazer. No entanto a relativa imunidade à recente crise mundial dá ao seu governo a certeza de que conduziu esses dois mandatos com as seguras e eficientes intervenções que produzissem esses resultados, contrariando toda uma expectativa dos neoliberais de plantão, e grandes causadores desse desastre na economia mundial.Nos últimos 4 meses participamos de diversos contatos com lideranças históricas do partido, na tentativa de produzir uma caminhada única dentro da sigla, todavia isso não foi possível, tendo em vista uma leitura equivocada desse projeto por parte de algumas lideranças que foram chamadas a compor essa caminhada. Há a necessidade da continuação desses entendimentos com aqueles que querem construir um Partido diferente. No entanto, estamos sendo abordados e entusiasmados por algumas lideranças do Partido, para colocar novamente o nosso nome para a apreciação da militância do Partido dos Trabalhadores. Há a necessidade de um PT com sede aberta, com reuniões rotineiras e de quorum pleno, com projetos que prestigiem os filiados e que seja um espaço eficiente na produção de bons políticos e boas políticas. Com a aproximação das eleições internas no Partido dos Trabalhadores, vem com elas a oportunidade dessa militância pensar um PT diferente para os próximos 3 anos, com projetos internos e sem muita ansiedade pelo poder que às vezes gera adesismos ansiosos e sem resultados. Há a necessidade do crescimento de uma bancada afinada com a opinião pública e que dê maior sustentação aos projetos de governo e as pendências históricas, como a reforma política e das leis, que estão a exigir de nossos parlamentares maior eficiência ética na condução dos seus mandatos, oportunizando mais distribuição de renda, de propriedade, de cultura e de poder, além da sustentabilidade ambiental,dos direitos às mulheres e negros e mais espaço e liberdade para a juventude.
Para isso, é necessário uma direção do Partido que retome o caminho de volta em direção aos movimentos sociais,sem medo de reconhecer os equívocos do passado nesse contato com as suas lideranças, abrindo um canal entre as casas de leis e essa demanda social reprimida por esse afastamento e pelas novas formas eleitorais iventadas, que resumiram essa abordagem apenas nos 3 meses de campanha com seus métodos pragmáticos e imediatos de convencimento.
Queremos um PT que tenha orgulho de por de volta a estrela no peito, que prestigie a sua militância e a empolgue a retomar a sua caminhada histórica de luta e convencimento junto à sociedade e que tenha o mesmo sucesso do Presidente Lula, sua estrela maior.

sábado, 5 de setembro de 2009

REALIZADA A AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PAC


Aconteceu ontem às 17 horas, no auditório do IFF, antigo CEFET uma Audiência Pública para tratar de recursos do PAC que serão aplicados na recuperação e limpeza de canais que cortam o município. Além dessa limpeza, fazem parte do Projeto a construção de pontes, canais alternativos, diques e comportas, tudo isso com a finalidade de proporcionar a drenagem dos rios e lagoas, para evitar novas enchentes. Do total dos recursos que serão aplicados, em torno de 97 milhões, a maior parcela vem dos recursos do Plano de Aceleração do Crescimento do Governo Federal, com uma pequena contrapartida do Governo do Estado. Ao evento, estiveram presentes, além do Deputado Rodrigo Neves, líder da bancada do PT, na ALERJ e presidente da Comissão que fiscaliza as verbas do PAC no Estado do Rio, o presidente do INEA (Instituto Estadual do Ambiente), Luiz Firmino, o Secretário Municipal de Meio Ambiente Paulo Feijó, o presidente do Sindicato Rural de Campos, Dr. José do Amaral Ribeiro Gomes, o Presidente dos Sindicato dos Produtores de Álcool e Açúcar. Dr. Gel Coutinho, a presidente da FAMAC (Federação das Associações de Moradores de Campos), Ângela Barbosa, a Chefe de Gabinete da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, Odisséia Carvalho, O Magnífico Reitor da Universidade Estadual do Norte Fluminense, Almy Junior, e representantes da Prefeitura de São João da Barra, Macaé e Quissamã.Também presentes à Audiência, estiveram os vereadores Renato Barbosa do PT(foto de Fabiano Sepé) e Jorge Rangel do PSB. As licitações devem acontecer no mais curto espaço de tempo possível, já que as obras começam ainda em dezembro, com o término das intervenções até o final de 2010, quando segundo o Deputado Rodrigo Neves, a capacidade de drenagem dos rios e lagoas estará em condições de evitar novas enchentes na região. Com a sociedade civil organizada, principalmente a rede blog fica o papel de fiscalizar a utilização desses recursos, para evitar a irrigação das contas bancárias de alguns espertos, ao invés de resolver o problema da região.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Audiência Pública do PAC hoje em Campos


Às 17 horas de hoje, no auditório do IFF (Instituto Federal Fluminense) antigo CEFET, será realizada uma Audiência Pública sobre os 97 milhões que serão investidos no município na limpeza dos canais do Município. A essa audiência, estará presente o Líder do Partido dos Trabalhadores na ALERJ, o deputado Rodrigo Neves que no Estado do Rio é o responsável pela investigação da aplicação dos recursos do Plano de Aceleração do Crescimento. O assunto é de grande importância para a cidade de Campos, levando-se em consideração dois aspectos. O Primeiro o estado de assoriamento desses canais e principalmente as cheias que aconteceram nos últimos anos, causando inúmeros prejuizos para os agricultores e pecuarista da região. A reportagem do blog Conversando vai estar presente.

Seguidores

Loading...