segunda-feira, 10 de novembro de 2008

TRANSIÇÃO OU RENDIÇÃO

O que a população tem observado nos útlimos tempos é que governos que chegam ao fim dos seus mandatos, estão com muita dificuldade para cumprir com o que preceitua a lei. Fazer a passagem da gestão. Sentar-se com o novo escolhido pelos eleitores, está se constituindo um verdadeiro parto. As informações, que deveriam estar todas na internet,não são fáceis de serem providenciadas e não são por uma questão de má vontade, mas sim pela precariedade dos controles do bem público. Talvez seja essa a dificuldade para que o governo que está saindo sente-se com o que está entrando, para fazer uma transição a quatro mãos e não ao que está parecendo, uma verdadeira rendição. Durante a campanha eleitoral, ouvimos que o Portal da Transparência seria implantado pela Prefeita eleita e a população torce para que desde o primeiro dia, esta providência ocorra realmente. Não podemos esperar somente pelos organismos de fiscalização. Ultimamente a Câmara de Vereadores abriu mão dessa obrigação. O Ministério Público, quando provocado, tem se mostrado muito eficiente e a Polícia Federal tem se mostrado um ente público muito produtivo e investigativo. O que se espera da população é que se cobre publicamente da nova Prefeita e dos novos Vereadores uma gestão pública voltada para a transparência, probidade e responsabilidade com essa gestão.

Nenhum comentário:

Seguidores

Loading...