quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Eleições no CREMERJ


As 3 chapas que disputaram as eleições para o CREMERJ, tiveram algumas representações importantes de Campos. Chapa 3 Jayr Araujo, Chapa 2 Erick Schunk e a Chapa 3 Dr. Makhoul. O resultado das eleições veio evidenciar mais uma vez a força política do Dr. Makhoul a vitória convincente já no primeiro turno, apontaram 53% em todo o Estado do Rio, enquanto que no âmbito de Campos, a chapa 1 chegou ao dobro das outras juntas - em torno de 70% da votação.

5 comentários:

Anônimo disse...

Nas eleições de 2008, com a desistência do Dr. Makhoul, quem perdeu foi a população de Campos. Ele tem o melhor projeto para a cidade.

José Carlos Azir

Anônimo disse...

Félix

Peço desculpas, se parecer grosseiro, não é a intensão.

Mas você está dando palpite naquilo que não conhece.

O grupo que venceu no Cremerj, já está no poder a quase quinze anos e não tem nada de combativo e renovador, ou de preocupação com as condições de vida e trabalho da classe que deveriam representar.
Tornaram-se dirigentes profissionais, recebendo bons jetons e ajudas de custo. Enquanto a classe padece nos hospitais públicos, sucateados, junto com os seus pacientes, enquanto eles estão instalados em confortáveis salas, preocupados em manter os rendimentos de uma pequena parcela de médicos, que como eles , vivem da medicina privada e seus convênios. Apesar de em sua maioria, se dizerem médicos do setor público. Só que estão licenciados à anos, para as atividades do conselho. E só aparecem nos hospitais públicos, em época de eleições, para pedir voto, ou se ocorreu algum fato que dará repercussão na imprensa, fora isso, eles passam longe das mazelas da saúde pública.
Devo frisar que não temos com comparar o poder econômico e a maquina eleitoral da chapa 1, a vencedora, com as outras chapas. Mal comparando é a campanha de Rosinha e Arnaldo contra de Odete, em termos financeiros e de organização.
Quanto aos 70% de votos para chapa 1, em Campos é natural, por Mackoul, apesar de tudo, é bastante conhecido e sabe ser educado, atencioso e simpático quando precisa. Já Jair tem forte rejeição, de uma boa parte da classe médica, enquanto Erick Schunk, não possui nenhuma penetração na classe que pertence. Portanto, é natural que a maioria dos votos tenham ido para a chapa 1, porque juntou o poder econômico com o candidato mais conhecido. Além da greve dos correios, ter atrasado a entrega da propaganda eleitoral, das três chapas. E devido a esse atraso, provavelmente, o índice de abstenções foi bastante alta, porque muitos colegas só ficaram sabendo das eleições praticamente no dia da votação.
Falo como médico e cidadão e por conhecer a história do movimento médico nos últimos trinta anos, e boa parte dos colegas que compuseram as três chapas.
Não tenho nada pessoal contra eles, inclusive sou amigo de alguns deles (das três chapas), desde a época de estudante. Só lamento o Cremerj , continuar com a mesma visão politica, ou seja, se preocupando com a medicina privada e esquecendo da pública, onde atuam e tiram o seu sustento, mais de 90% dos profissionais médicos do estado.

felixmanhaes disse...

Caro anônimo, obrigado pela visita. Para isso é esse espaço, para que as opiniões sejam dadas.

Anônimo disse...

Meu caro Félix e Sr. Anônimo, uma coisa fica evidente - as outras chapas precisam ser mais convincentes.

Anônimo disse...

Meu caro Félix e Sr. Anônimo, uma coisa fica evidente - as outras chapas precisam ser mais convincentes.

Seguidores

Loading...