terça-feira, 9 de outubro de 2007

BOTE ESSA ESTRELA NO PEITO

Com o retorno da Democracia, observamos que algumas das suas instituições pilares avançaram de forma bem acentuada. A Imprensa, apesar de ainda existirem alguns órgãos ainda atrelados a grupos e a opiniões que as vezes correspondem tão somente aos recursos que entram nas suas contas de publicidade, ela sem mantem com os olhos investigativos e atentos ao desempenho dos atores que compõem esse processo.
O Ministério Público tem também estado atento, produzindo e acatando as denúncias contra aqueles que ferem o decoro e transgridem a lei .
O Judiciário com a sua compreensiva morosidade, ocasionada pelos investimentos que priorizam muito mais a questão imobiliára do que o seu funcionamento, carece de uma total automação dos procesos e da melhoria na remuneração dos seus membros, sem distinção, ele já retirou de circulação os maus intencionados que maculam a outorga popular do voto.
A sociedade, parece que está cada vez tomando gosto pela indignação contra os corruptos e corrutores do processo democrático. E aí, por inclível que pareça, o personagem central - os Partidos Políticos - cada vez mais se distanciam da responsabilidade de gerir a coisa pública e de fazer as leis que, além dos foros especiais de auto proteção, possam produzir o bem estar social, a divisão das riquezas e a moralização do seu proceder, nao ocupando a maior parte do seu tempo em explicar para a sociedade os seus erros.
Regressando o pensamento para a nossa realidade local go PT de Campos dos Goytacazes, a Chapa "BOTE ESSA ESTRELA NO PEITO", não tem a pretensão tanta de ser a solução de todos os males, mas se coloca como processo alternativo na administração do Partidos os Trabalhadores, que tem como poucos outros, no seu Estatuto e na sua vida orgânica, o tripé democrático DO VOTO, DA PROPORCIONALIDADE e DAS INSTÃNCIAS, que afugentam de forma eficiente, os donos e os caciques partidários.
Como Propostas, estamos oferecendo a possibilidade de um Diretório que tenha a visão democrática de não alijar do processo das discussões aqueles companheiros que pensaram, se posicionaram e até votaram contra propostas levadas pela ao plenário. Após o embate, eles tem que continuar a serem convocados para as "reuniões", porque a sua posição contrária não quer dizer que não possam contribuir para os avanços necessários ao Partido e à Sociedade.
A nossa Juventude Petista, não pode ser marginalizada por pensar novo e diferente. Afinal elas são a nossa melhor mão de obra. Ela é o futuro do Partido e da política.
Estamos nos colocando à disposição de dar ao Diretório Municipal uma administração mais democrática, como deve ser o PT, com maior transparência, com sede aberta, com a Formação Política e a socialização das informações e formações, atraindo os filiados que hoje só são chamados quando são necessários para o Processo de alternância do Poder, bloqueando e impedindo qualquer contribuição sua para o crescimento do Partido.
Achamos que as alianças políticas são um instrumento democrático que não pode ser deixado de lado. Porém a sua utilização tem que ser de forma discutida, e responsável e que possa servir a um projeto de crescimento da sociedade e não para atender a um plano particular de ansiosos.
Queremos pegar de volta na gaveta a nossa Estrela e colocá-la de volta do peito, sem nenhuma vergonha. Os equívocos não foram cometidos por todos os petistas e sim por alguns poucos companheiros que ao chegar ao Poder, se isolaram erasgaram nossos Estatuto e jogaram fora toda uma história de ética, idealismo e luta democrática.Se foram culpados ou não quem quem tem quer julgar é a Justiça e o povo nas urnas.
Precisamos encarar o eleitor e o povo de cabeça erguida e dizer isso para eles. Se for preciso, temos que pedir desculpas por termos frustrado toda uma geração, pela expectativa que criamos ao longo do processo da chegada ao Poder.
Mas também nem tudo está perdido nem tudo foi em vão. Com o Lula tem menos gente passando fome. O nível de emprego ainda não é o desejado, mas melhorou e em muito, provocado pela Economia que alijou de vez a infração e que possibilida um planejamento de longo prazo. O crédio voltou. Está aumentando a distribuição das riquezaes e diminuindo as diferenças sociais. O computador está em muitas casas e a visita à internet aumentou consideravelmente. As instituições democráticas estão avançando e isso é uma excelente garantia para mais investimentos privados no país. O que falta fazer e melhorar depende também de nós, da nossa intervenção e da nossa cobrança.
Temos a certeza de que podemos intervir e melhorar nas coisas que acontecem à nossa volta. A ocasião é votando de dois em dois anos nos menos piores e, principalmente, nos filiando aos Partidos Políticos. Não adianta ficarmos falando para a Lua. Nos Diretórios dos Partidos é que podemos melhorar a qualidade dos políticos e cortar as asas daqueles que elegeram para si projetos pessoais e e que não tem nada a ver com o povo. É a hora de sensiblizar os filiados que foram para casa desanimados ,jogando no armário as suas estrelas e o seu sonho. Queremos chamá-los de volta. Vocês tem muito a contribuir e nós queremos ser essa alternativa democrática para viabilizar essa contribuição.
BOTE ESSA ESTRELA NO PEITO

Nenhum comentário:

Seguidores

Loading...