sábado, 9 de maio de 2009

BLOG DA HIENA

PRECISAMOS REAPRENDER A NOS INDIGNAR


Hoje eu acordei a ouvir alguns bem-te-vis fazendo a sua algazarra matinal. Que motivo teria aqueles outros bichanos para tanta alegria. Aí, comecei a lembrar do dia de anterior. Ontem fui dormir (não se assutem - hiena também dorme) com a notícia de que um Quartel General do Exército, em Brasilia, com um contingente de mais de 15 mil homens, a maioria portando armas (armas das forças armadas) havia sido assaltado por dois ladrões, que entraram e sairam levando uns trocados, sem serem vistos. Enquanto o sono não vinha, fiquei a imaginar, cacête, se entraram lá, com tanta segurança, o que nós os mortais desarmados poderemos contra os desalmados? Certamente que estamos fedidos e mal pegos. Os números estão a nos dizer que a violência banalizou a vida e o homem de bem está também está na mira derradeira. Na dúvida de que a se violência tem origem na miséria ou não, o certo é que a cada dia, quem se dedica a gatunagem, seja privada ou pública tá se dando bem. Os privados não tem tanta sorte quanto os públicos, principalmente os políticos, até por uma questão de oportunidade. Na intimidade do poder, esses canalhocratas metem a mão nos volumosos recursos públicos, o que vai garantir a eles um bom escritório advocatício, para os assegurar nos tribunais e, se presos, bancar uma vida nababesca no presídio. Enquanto isso, nós os babacas cidadãos, ficamos a olhar isso tudo como se fosse natural e, como a morte, é um episódio que só acontece com os outros. Mas um dia, a casa cai e o decúbito dorsal é a derradeira posição. Quando é que vamos simplesmente assistir sem reclamar. É necessário readquirirmos a nossa capacidade de nos indignar, de reclamar, de chiar, de enfrentar esses vermes que tocam as coisas públicas como se fossem privadas. Enquanto fazia essa postagem, me enchendo de revolta e vontade de me rebelar, voltei a ouvir os mesmos bem-te-vis na sua sinfonia matutina. Aí me convenci. Eles estão cheios de razão. Apesar de tudo, ninguém manda em suas vidas nem rouba seus lares e suas comidas, nem assaltam ou matam seus filhos. Então, meus amigos alados, cantem, trinem, gorgeiem mesmo que seja para nos sacanear e a nos dizer: aí,seus trouxas, eles estão fazendo vocês de palhaços.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Seguidores

Loading...