terça-feira, 24 de agosto de 2010

ODISSEIA NÃO É UNANIMIDADE NO PT


Embora aguardemos um voto da Odisseia diferente daquela posição que foi anunciada em seu blog, nunca é demais informar aos navegantes que a parlamentar não tem unanimidade em todas as suas ações dentro do PT. Na questão específica da votação do novo Presidente da Câmara Municipal, o que deve nos mover não é a possibilidade de algumas "indicações e/ou prestígios" e sim oferecer a população uma nova alternativa política para a nossa rica cidade.
Pelo menos é que o sinaliza o nosso grupo de oposição (via última eleição interna). Fica aqui um apelo. Não necessariamente a configuração de poder interno do Partido precisa ser a mesma do pós PED. Aqueles que não pensam igual as ações improvisadas da atual presidência do Partido, sem a necessária discussão via conselho político (não sei nem se tem) podem chegar pra perto. Dos 36 já somos 7 e podemos, mesmo como minoria, precisamos fazer valer o real papel do Partido dos Trabalhadores nessa conturbada situação política de Campos.
Podemos ser uma alternativa política para a cidade diferente da simples adesão automática ou utilização da legenda para outros fins. Tenho quase que certeza de que o falecido Renato Barbosa, de quem a nobre vereadora herdou a vaga na Câmara teria um comportamento parecido com que o nosso grupo e algumas lideranças pensam.

3 comentários:

Anônimo disse...

Toda unanimidade é burra!"Nelson Rodrigues"

Anônimo disse...

Félix, se houver novas Eleições, voce acha que o PT, faria nova composição com o FICHA SUJA do Arnardo Viana ?

Anônimo disse...

Não penses mal dos que procedem mal; pensa somente que estão equivocados.concordo com voce felix
estamos de olho ....

Seguidores

Loading...