domingo, 20 de dezembro de 2009

CANDIDATURA DO LINDBERG


Algumas fontes seguras, dentre elas destacamos o Blog do Roberto Moraes, já sinalizam com a possibilidade do Lindberg não mais disputar o Governo do Estado do Rio. Ele seria um forte candidato, com chances reais ao Senado. Apesar de acharmos que a questão da indicação de candidatura própria ou não só irá acontecer em fevereiro-2010, cabe aqui algumas considerações, tendo vista nossa posição, por ocasião do segundo turno das eleições internos do PT.

A diferença entre Luis Sérgio e Casula (aliança ou candidatura própria) foi ínfima e isso talvez deveu-se à tibieza de alguns companheiros que defendiam a candidatura do Lindberg, sem a garantia do próprio candidato que iria resistir ao apelo do Lula para abandonar o projeto de ser o Governador do Estado. Muitos de nós temos boas ferramentas às mãos - somos bons de blog, bons de discurso, porém, não transformamos essas potencialidades em votos. E olha que dentro do PT tinha voto em profusão (mais de 1.800 votantes), e apenas 691 compareceram para votar.

Se o modelo atual de escolha dentro do Partido não é o ideal - o das garrafinhas, para mudá-lo teremos que estar à frente ou presentes nas decisões. Mesmo como minoria, enquanto ficarmos filiados ao partido, é necessário que estejamos presentes aos debates para cobrarmos alguma coisa diferente daqueles que tomaram para si a condução do Partido. Acho que o momento é para que deixemos de lado as fissuras, que porventura tenham sido produzidas no processo eleitoral e caminharmos todos, sem estrelismos, minoria e maioria em direção ao um grande projeto alternativo para a cidade de Campos dos Goytacazes.

Como o Roberto observou em seu blog, é necessário assumir algum risco e o nosso grupo assumiu esse risco no segundo turno. Os bonos e os ônus talvez justifiquem não termos nos insurgido contra a orientação da nossa Mensagem ao Partido, quando também nós antevíamos a possibilidade desse enquadramento também acontecer em relação ao Projeto Lindberg Governador, em nome de um projeto maior que é a eleição da Dilma Presidente.

2 comentários:

ruivo disse...

e com certeza eu prefiro morder minha propria bunda do q votar em sergio cabral ou garotinho. sera menos um numero pra decorar na hora de encarar a urna.

Marcos disse...

Sinceramente acho que o Rio perde muito com a impossibilidade de Lindberg sair candidato à governador.O debate iria enriquecer e poderíamos ver uma outra opção diferente de garotinho e o atual governador,que sabemos, ficaram devendo nos seus governos.

Seguidores

Loading...