quarta-feira, 9 de setembro de 2009

MENSAGEM AO PT


Para acalmar o animus observandis dos leitores que por ventura ponham os olhos nessa mensagem, vou logo esclarecendo que ela não sai da cabeça de um catedrático, forjado nos bancos acadêmicos das sociologias de pos graduações ou das das cabeças iluminadas dos doutorandos produzidos através das teses magníficas que o conhecer científico universitário oferece. Não, este escriba apenas cursou o segundo grau noturno, enquanto trabalhava de dia, em contabilidade da antiga e hoje destruida Escola Técnica Federal de Campos, nas confluências da avenida Alberto Torres com a Barão de Miracema. No entanto, muitos de nós temos essa relativa capacidade da observação dos fatos que acontecem à nossa volta, e tirar as nossas conclusões.
O Partido dos Trabalhadores caminha com relativa segurança em direção ao terceiro mandato, através da Ministra Dilma. Essa boa expectativa o PT não conseguiu sozinho, há a clareza de que os partidos aliados contribuiram enormemente para isso. Esta situação não é por acaso, ela tem uma justificativa. O Presidente Lula conseguiu, apesar das expectativas e apostas negativas, conduzir este dois mandatos com a visão do enxergar no país um grande potencial de auto afirmação no cenário mundial e isso ele fez nas muitas viagens em direção a inúmeros países, vendendo um projeto de um país novo que prestigiava o mundo dos negócios e os interesses de seu povo. Daí a sua inegável subida nas pesquisas internas e internacionais. Muita coisa ainda tem por fazer. No entanto a relativa imunidade à recente crise mundial dá ao seu governo a certeza de que conduziu esses dois mandatos com as seguras e eficientes intervenções que produzissem esses resultados, contrariando toda uma expectativa dos neoliberais de plantão, e grandes causadores desse desastre na economia mundial.Nos últimos 4 meses participamos de diversos contatos com lideranças históricas do partido, na tentativa de produzir uma caminhada única dentro da sigla, todavia isso não foi possível, tendo em vista uma leitura equivocada desse projeto por parte de algumas lideranças que foram chamadas a compor essa caminhada. Há a necessidade da continuação desses entendimentos com aqueles que querem construir um Partido diferente. No entanto, estamos sendo abordados e entusiasmados por algumas lideranças do Partido, para colocar novamente o nosso nome para a apreciação da militância do Partido dos Trabalhadores. Há a necessidade de um PT com sede aberta, com reuniões rotineiras e de quorum pleno, com projetos que prestigiem os filiados e que seja um espaço eficiente na produção de bons políticos e boas políticas. Com a aproximação das eleições internas no Partido dos Trabalhadores, vem com elas a oportunidade dessa militância pensar um PT diferente para os próximos 3 anos, com projetos internos e sem muita ansiedade pelo poder que às vezes gera adesismos ansiosos e sem resultados. Há a necessidade do crescimento de uma bancada afinada com a opinião pública e que dê maior sustentação aos projetos de governo e as pendências históricas, como a reforma política e das leis, que estão a exigir de nossos parlamentares maior eficiência ética na condução dos seus mandatos, oportunizando mais distribuição de renda, de propriedade, de cultura e de poder, além da sustentabilidade ambiental,dos direitos às mulheres e negros e mais espaço e liberdade para a juventude.
Para isso, é necessário uma direção do Partido que retome o caminho de volta em direção aos movimentos sociais,sem medo de reconhecer os equívocos do passado nesse contato com as suas lideranças, abrindo um canal entre as casas de leis e essa demanda social reprimida por esse afastamento e pelas novas formas eleitorais iventadas, que resumiram essa abordagem apenas nos 3 meses de campanha com seus métodos pragmáticos e imediatos de convencimento.
Queremos um PT que tenha orgulho de por de volta a estrela no peito, que prestigie a sua militância e a empolgue a retomar a sua caminhada histórica de luta e convencimento junto à sociedade e que tenha o mesmo sucesso do Presidente Lula, sua estrela maior.

4 comentários:

Anônimo disse...

Félix, voce tem condições de assumir o PT, não desanima, não. Estamos com você

Brand Arenari disse...

Belo texto Felix!

felixmanhaes disse...

Obrigado Brand, sua qualificada visita só valoriza esse espaço.

a hiena disse...

Félix, embora não seja um "companheiro" seu, tenho simpatia pelas suas posições e intervenções políticas. Tomei a liberdade de publicar o seu texto no meu Blog e diante mão quero colocá-lo à sua disposição.

Seguidores

Loading...